Postagens

"No caso das borboletas, o bater de asas de uma delas em um determinado lugar do mundo pode gerar uma movimentação de ar que, intensificada, desencadearia a alteração do comportamento de toda a atmosfera terrestre, para sempre". 

E minha filha essa noite resolveu me dar vários "ois", mexendo-se sutilmente, como o bater das asas de uma borboleta. Coisa incrivel sentir outro serzinho vivo dentro de você!!!

Mas o que foi que eu fiz?

Tem coisa que não tem jeito não. Tem coisas que por mais que você se esforce, não-vão-dar~certo. Tem coisas que acontecem e você nem sabe por quê. E acontecem. Você não sabe o que fez. Mas aconteceu. 
Lembro de uma época em que fazia terapia com uma psiquiatra muito esquisita, e no meio do  poço de depressão que eu tava, rodeada do lamaçal de somente coisas ruins que me acontecia, ela seeeempre me dizia que a culpa era minha. Eu tinha feito alguma coisa pra estar passando por aquilo. Eu tinha que descobrir que merda que eu andava fazendo. Rapaz... se eu soubesse, não estaria ali pagando uma pequena fortuna toda semana. Fali e nunca descobri. 
Esse final de semana me aconteceram coisas semelhantes com pessoas diferentes, coisas desagradáveis que com certeza eu devo ter feito alguma coisa pra merecer. O quê? Não sei. E se eu não descobrir, se Deus não me revelar (porque só Deus!), eu não vou poder fazer nada a respeito. 
Juro que a princípio fiquei bem chateada. Os hormônios da gravide…
Imagem
E eu senti mais falta do meu pai como nunca. Falta de quando eu me sentia protegida e achava que nada ia me atingir. Hoje eu vi, mais uma vez, em mais um momento, o fim de tudo que se foi junto com ele. Porque hoje eu tenho 40 anos e choro como uma menininha de 4 que teve sua boneca quebrada na hora do recreio. Meu pai consertaria tudo. Hoje nada pôde ser consertado.
Imagem
"Para algumas coisas, se reza baixinho,
se pede em silêncio.
Um pouco de fé, no tempo exato.
Talvez com calma.
Talvez dê certo.
Fecha os olhos, que logo chega.
E vai ser bom..."
(Paula Pfeifer)
.
Tenho defeitos imensos, que gritam! Qualidades discretas, que silenciam! Levo uma vida comum, vivo minhas emoções, curto minhas vitórias pessoais, choro minhas derrotas! Mas tenho um coração imenso dentro do peito, e uma alma sedenta pela vida!!!

_  Damaris Ester Dalmas
Vossos filhos não são vossos filhos. 
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma. 
Vêm através de vós, mas não de vós. 
E embora vivam convosco, não vos pertencem. 
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos, 
Porque eles têm seus próprios pensamentos. 
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas; 
Pois suas almas moram na mansão do amanhã, 
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho. 
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós, 
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados. 
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas. 
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força 
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe. 
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria: 
Pois assim como ele ama a flecha que voa, 
Ama também o arco que permanece estável. Khalil Gibran
Eu gosto de guerra. Só vive em paz quem aprende a lutar.