Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2006
Imagem
"Só sei que o mundo vai de lá pra cá
Andando por ali
Por acolá
Querendo ver o sol que não chega
Querendo ter alguém que não vem".

(Onde Ir - Vanessa da Mata)






Imagem
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo
Em que as coisas de Amor se eternizassem


(Sophia de M. B. A.)

Expert em micos

Imagem
Tem gente que parece que é expert em pagar micos. Parece que tem prazer nisso e faz até questão de pagar, porque o mico é tão micado que só um especialista no assunto pra alcançar tal situação.
Minha cunhada, outra noite, foi jantar num restaurante chique com meu irmão. Ficou toda empolgada, fazendo pose de quem anda sempre em lugares daquele nível, e não sei como, não sei se foi a emoção, só sei que ela, estabanada, quando estava entrando no restaurante derrubou a bolsa.
Na queda a pobre bolsa se abriu e as coisas que estava dentro se espalharam no meio do salão. Um pacote de absorventes que ela tinha acabado de comprar escorregou pra longe. O que ela podia fazer? Toda envergonhadinha, só podia se abaixar e catar de volta o pacotaço e enfiar de novo na bolsa. Morta!
Outro dia eu saía do banheiro e o cara-mais-lindo-da-empresa estava saindo do banheiro masculino. Notei que tinha algo estranho naquela rapaz de cabelos negros e lisos que anda sempre arrumadinho. O que seria aquele ONI p…
" (...) cumpriu sua sentença e encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca de nosso estranho destino sobre a terra, aquela fato sem explicação que iguala tudo que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo que é vivo, morre (...)"
Ariano Suassuna - O Auto da Compadecida.

Acordei pra ir direto ao enterro de uma tia de Fábio, uma senhora de sessenta anos que morreu da noite pra o dia.
Em dois anos, desde que comecei a namorar Fábio, esse é o terceiro velório que vou com ele. Coisa triste.
Depois da sexta-feira de opressão em que meu chefe teima em me tratar com uma débil mental, um sábado que só foi divertido à noite, e um domingo estranhíssimo, estou agora me sentindo justamente do jeito que sempre odeio me sentir.

Dia frio, escuro e chuvoso.
Aquela chuvinha fina que não pára de cair.
Uma tristeza aqui dentro.
A indecisão e a incerteza de sempre.
A opressão de agora.
De repente as coisas ficaram sem graça novamente.
Tento sorri…

Em boca fechada não entra mosquito

Imagem
Mais uma história que poderia ser da série "Não me faça te pegar nojo".



Em boca fechada não entra mosquito Eu sou uma pessoa com um senso de humor que muitos estranham. Muitos que não me conhecem. Eu sei que sou assim, como já me disseram: "Não é o que você fala, mas COMO você fala". Isso pra mim é desculpa de pessoa recalcada e complexada que não agüenta ouvir nada. Ou talvez meu humor seja negro, sei lá.
Só sei que por saber que sou assim, eu prefiro muitas vezes ficar caladinha quando estou num ambiente onde ninguém me conhece ainda. Mas ninguém agüenta ficar calada a vida inteira, então de vez em quando, ou quase sempre, eu falo e acabo dando uns forões por conta disso.


Já aconteceu aqui no blog. Chamei a mim mesma e as minhas primas de "vacas" - forma carinhosa de nos comunicar, e um babaca da igreja se doeu e resolveu que, por ser obreiro da Reforma, deveria me dar uma lição de moral, mesmo que anonimamente e com infantilidades. Acabou que a baixaria…

Vazio

"Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais mas sabe menos do que eu
porque a vida só se dá pra quem se deu
pra quem chorou, pra quem amou, pra quem sofreu.
"
(Vinicius e Toquinho)

Eu ando vazia.
Nem amando, nem odiando.
Nem triste, nem alegre.
Vazia.
O sorriso é sem graça, a pele macia arranha, os beijos não têm gosto, abraços não acolhem
O verde não me encanta, os olhos não brilham pra mim.
Estou sem alma...
Talvez seja melhor assim.
Talvez.
Mas hoje uma esperança entrou voando pela minha janela.
Veio junto com o vento frio.
Entrou e se apoiou na minha parede cor de canela.
Corri achando que fosse algum inseto asqueroso.
Fugi da Esperança, como se fosse um bicho horroroso. 

Copa do Mundo 2006

(comentários tardios)

É, acabou cedo.
Eu nem vou comentar aqui de quem foi a culpa da derrota do Brasil. Se foi culpa do Parreira, da Palmeira ou do Coqueiro. Se foi culpa do estrelismo dos nosso jogadores-estrelas, a mim não importa, perdeu, tá perdido. Mas perdeu feio, hein?
Eu só lamento que quando eu estava começando a xingar durante um jogo com um verdadeiro torcedor-homem, aí acabou.
Eu e as meninas começamos como "eita" - interjeição feita quando algum gol era perdido, no segundo jogo já saiu um "eita, bexiga!" e até o "eita, c@&@lh$!" ainda tinha mais alguns jogos.
Minhas primas ainda estavam tentando entender a diferença entre escanteio e tiro de meta, enquanto eu ainda tentava explicar a elas. Infelizmente vamos ter que esperar pra próxima Copa.
Fora isso, diante de tantas pernas torneadas, homens fortes e italianos bonitos, eu já estava pensando em deixar de ser engenheira pra virar Maria-Chuteira, fico só imaginando a PJ…
"A vida não é quantas vezes você respirou, mas os momentos que tiraram o seu fôlego". Como uma mulher deve se portar se lhe contam que um cara lhe chamou de "magrinha rabudinha"?

a) fica lisonjeada, enfim, foi apenas um comentário sobre um de seus "atributos".
b) morre de vergonha, porque que qualidade de homem falaria uma coisa dessas?
c) morre de raiva, porque ninguém lhe admira por ser inteligente e sim por aspectos físicos menos relevantes.
d) não dá a mínima, porque isso é comentário de homem sergipano machista e superficial que só merece ser tratado com indiferença.
e) nenhuma das anteriores.

Enfim, existem comentários piores.
Imagem
Olha o que eu achei! Tinha que ser coisa de Kedma.
Essa escrevia bilhetinhos até em papel higiênico.
Nesse tempo ainda aceitava seu nome esdrúxulo com dois m´s.
Isso há 11 anos, do túúúúúúúúnel do teeeeeeemmmmpoooooo!!!!!! E há 11 anos nasceu a coisa linda de Titia: Milena.
A cada dia que passa fica mais gostosa. Eu não sei como uma criança tendo uma mãe doida, um pai demente e tias malucas pode ser tão centrada. Tenho certeza que quando ela crescer vai ser uma moça fina e educada, verdadeira Top de Linha.
Parabéns, Mimi, sua tia-madrinha te ama muitão!!!!!!!