Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

De Mala e Cuia

Na minha casa tá sobrando espaço
Guardei de mim um pedaço
Reservei só pra você
Na minha casa está sobrando rede
Sobra torno na parede
Amor pra da e vender
Na minha casa toda hora é hora
A gente ri a gente chora a gente se diverte
Nesse flerte você botando as unhas de fora
Nosso amor não demora logo acontece

Pode vir de mala e cuia amor
Que eu não vou tá nem aí pro povo
Nosso amor tá cobiçado
Mas não vai ser maltratado por ninguém de novo


--
"Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio".

Campos de concentração

"Todos me perguntam o que aprendi nos campos de concentração. Só que os campos de concentração não eram terapia. O que acha que eram? Universidades? Não íamos lá para aprender. Isso ficou muito claro pra mim. Um conselho: se está atrás de catarse, vá ao teatro. Por favor, recorra a literatura. Não vá aos campos. Não vai adiantar nada. Nada". (O Leitor)

Aprendendo a ser feliz

Eu estou aprendendo a ser feliz. Tem que se educar. Que nem você tem que aprender a ler, a escrever, tem que aprender a ser feliz. Eu só vou parar no dia que morrer.  --Cazuza

Inverno

"Inverno é apenas inverno
Um inverno não é nada
Mas quando na madrugada
a gente olha pra gente
cabelos em desalinho
Um olho dentro do espelho
o outro batendo no peito
E descobre de repente
que não importa a estação
Lá fora outono ou verão
Que não importa o sol
se aqui dentro sempre chove
aqui dentro só faz frio
aqui dentro é só inverno
".

--
"Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio".