Postagens

Mostrando postagens de 2014

I will always want you

Don't you ever say I just walked away I will always want you...
(Nunca diga que fui eu que me afastei
Eu sempre vou querer você)
Wrecking Ball - Miley Cyrus

Ela só queria acreditar

"Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas, cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria acreditar".
--Caio Fernando Abreu

Insolúvel é o que não tem solução?

Durante algum tempo fiz coisas antigas como chorar e sentir saudade da maneira mais humana possível: fiz coisas antigas e humanas como se elas me solucionassem. Não solucionaram.... Caio Fernando Abreu
'E devo dizer ainda que gostaria de vê-lo feliz, apesar de tudo o que me fez sofrer nos últimos tempos.'
Caio Fernando Abreu Continue vivendo a vida e seja feliz. Bem feliz.

Ouça-me bem, amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos, tão mesquinho
Vai reduzir as ilusões a pó
Imagem

Deslizes

Não sei por que
Insisto tanto em te querer
Se você sempre faz de mim
O que bem quer
Se ao teu lado
Sei tão pouco de você
É pelos outros que eu sei
Quem você é
Eu sei de tudo
Com quem andas, aonde vais
Mas eu disfarço o meu ciúme
Mesmo assim
Pois aprendi
Que o meu silêncio vale mais
E desse jeito eu vou trazer
Você pra mim
E como prêmio
Eu recebo o teu abraço
Subornando o meu desejo
Tão antigo
E fecho os olhos
Para todos os teus passos
Me enganando
Só assim somos amigos
Por quantas vezes
Me dá raiva de querer
Em concordar com tudo
Que você me faz
Já fiz de tudo
Pra tentar te esquecer
Falta coragem pra dizer
Que nunca mais
Nós somos cúmplices
Nós dois somos culpados
No mesmo instante
Em que teu corpo toca o meu
Já não existe
Nem o certo, nem errado
Só o amor que por encanto
Aconteceu
E é só assim
Que eu perdoo
Os teus deslizes
E é assim o nosso
Jeito de viver
E em outros braços
Tu resolves tuas crises
Em outras bocas
Não consigo te esquecer
Te esquecer
Já fui mordida de cobra e sou uma gata escaldada.
Mas que ruim viver a vida esperando sempre o pior.

Sonhar dói.

Um dia eu vi que tínhamos uma criança. Não sei se foi uma visão ou foi minha imaginação, mas era algo tão real quando olhava minha barriga grande, redonda, com seu filho dentro. Guardei essa imagem comigo por muito tempo, guardo até hoje e nela acredito piamente. "Um dia vai acontecer, um dia vai acontecer. Eu tenho certeza. Não acredita em mim? Eu vou ter um filho com você". Às vezes você leva na brincadeira, outras vezes percebo que  viaja na minha viagem e até imagina junto comigo como seria. Acreditei nisso durante um bom tempo, mesmo quando você nem estava mais comigo. Eu tinha certeza. Eu sentia que sim. Até hoje. Hoje a esperança morreu. Ela morre também, sabia? Mesmo sendo a última. Tarda, mas não falha. Morre.   Hoje, nas poucas horas ociosas do dia, fiquei pensando... esse meu "negócio de ver" é só vontade que aconteça. Não tem nada de vidência, de sexto sentido, de intuição. Hoje eu sei que é assim. No fundo, no fundo, sei que nunca irá acontecer tudo …

Estranho amor

Não importa com quem você se deite
Que você se deleite seja com quem for
Apenas te peço que aceite
O meu estranho amor...

(Caetano Veloso)
Surpreenda-me! Estou entediada!!!
Pois vá embora, por favor, que não demora pra essa dor sangrar...
"Os meus olhos estão cansados de tanto olhar, esperando o que me prometeste, eu pergunto: 'Quando tu vens me consolar'?
Sou tão inútil como um odre cheio de furos, porém não me esqueço dos teus mandamentos". Salmos 119: 82 e 83Aquele momento em que você tem plena consciência que é só você e Deus no mundo.
"Todos nós estamos numa fila invisível da morte onde ninguém sabe o número de sua senha. A qualquer momento alguém grita ´14´, era você! E não adianta empurrar a morte pra cima dos outros não. A morte chega, você diz ´tanto bandido aí'. A morte diz, ´psiu, não empurra pros outros, é a sua vez´. O segredo é brincar, se divertir, pra que o dia que a morte chegar, ela só leve seu corpo, que não leve nenhum dos seus sonhos, porque você viveu tudo aqui, porque Deus foi contigo". 
(Pr. Cláudio Duarte)

Escolhas

E ela preferia a tristeza ao desejo, mesmo sabendo que não tinha o direito de escolha. Era sempre ele que dava as cartas, que ia e vinha quando bem entendia. Ela sempre preparava a casa, enquanto ele só tocava a campainha e corria, como o menino moleque que sempre foi.
Eu sei quem eu sou e quem posso ser se eu desejar.  (Cervantes)

Fantasmas

Quando os meus fantasmas vêm me assombrar, coloco meus fones de ouvido, uma música alta para tocar e assim não os ouço.

Sem explicação

Tem coisas que são sem explicação. A gente procura uma certa lógica e não encontra. Desejos que não deveriam existir e são realizados. Desejos que existem e nunca se realizarão.  Palavras que não deveriam ser ditas e são. Palavras que mereciam ser bradadas aos quatro ventos e são caladas. Um vazio que é preenchido com coisas que não completam. A incerteza de uma vida estranha, onde a gente busca o certo e só se depara com o errado. Sonhos que sempre serão sonhos. Realidade nua e crua, mais crua, do que nua, por estar sempre travestida e maquiada. Distanciamento. Procura. Presença. Ausência. O estar sem estar. O não estar que nunca vai embora. Vai entender. A única certeza: a água entra em ebulição quando submetida a uma fonte de calor elevada. E eu tirei 5 em Física, uma vez tirei 0. Zero. Uma vez só. Dizem que chorei, mas chorei mais quando tirei 9,5 em matemática e não 10. Tomemos um chá, antes que a água esfrie.

Palavras

Para consolar uma pessoa são necessárias milhares de palavras e nem sempre usadas com sucesso. Para entristecer, basta uma frase e com eficácia sempre comprovada. Sentindo-me muito triste.

Eu nunca me engano

Lembra de quando eu te disse que eu nunca me enganava? 
Vi uma foto hoje que só comprovou o que meu sexto sentido sempre me dizia. Você dava risada e repetia que era bobeira minha. Por mais que você tenha me dito que ia me provar o contrário, sempre me deu e me dá provas contrárias que não. Amizade nenhuma, bondade nenhuma, carinho nenhum. Não, eu nunca erro, eu te falei, lembra? Eu te falei... Porque a leitura que faço de alguém nunca é falha, nunca foi, nunca será. Sou boa em análise, sou boa em ler pessoas, sinais, gestos, modos, sou boa em ver coisas que ainda vão acontecer. Você nunca acreditou em mim. Acredita agora?

O gasguito massagista de luvas brancas

Não gosto da morte porque ela faz a gente pensar muito na vida. 
Depois de dias e dias tendo convulsões direto, de ter definhado tão rapidamente, de ter se acabado em tão pouco tempo, emagrecido, secado,  Jhoni morreu hoje no finalzinho da manhã. 
Chorei como se tivesse morrido uma pessoa. Pra mim morreu mais que uma pessoa. Choro desde que ele adoeceu. Um bichinho encontrado nas ruas em cima de um papelão, um animalzinho abandonado que foi resgatado por uma amiga (se tornou uma amiga depois dele) e entregue a mim para ser cuidado. Infelizmente não consegui mudar a sua sorte, mesmo tendo tentado. E nos seus últimos dias fiz de tudo: internamento, remédios, tratamento em clínica veterinária. Pena que não deu certo. Pena que ele não se recuperou, não conseguiu resistir, pena que já era tarde demais. Perdoe-me, meu bichinho, meu bichano, se falhei em alguma coisa. Perdoe-me por não ter lhe acompanhado todos os dias desde o momento que te recebi na minha casa. Perdoe-me por não ter lhe de…

Não suporto gente...

A síndica do meu condomínio é um tipo que faz fofoca e intriga entre os moradores. Nunca fui muito com a cara dela, sempre a achei muito linguaruda e fofoqueira. Vivia a comentar sobre a mudança de alguns moradores e se as suas coisas mostravam se eram bem financeiramente ou não. É do tipo que cataloga os que "ganham bem" e os que "ganham mais ou menos-como-é-que-conseguiram-comprar-apto-aqui?". Desse modelo. Se eu já tinha motivos pra não gostar dela, com aquela cara branca de protetor solar a caminhar pelo condomínio falando alto, hoje completei a ojeriza com uma única frase que ouvi dela: "Não suporto gatos". 
Sei que falou para que eu ouvisse, uma vez que sabe que eu amo e crio gatos, mas, sinceramente, não estava a fim de saber e não pedi a opinião dela. Essa afirmação de boca cheia "não suporto gatos" eu já ouvi de muita gente. É essa ou aquela: "não gosto porque tenho alergia". Normal. Mas depois que aprendi que rotular pessoas…

Das paixões

Começo o dia desanimada e termino maravilhada.  A certeza das paixões que tenho na vida: minhas filhas felinas - Mia, Pérola, Pietra, Lilie (e as próximas gatinhas que virão) e a fotografia, que me dá belas imagens e um sensação de realização maravilhosa.  A certeza  do amor, azulzinho como eu sempre quis, um amor que cuida, se preocupa, ampara... um amor que sorri com os dentes mais brancos que já vi... o amor do meu marido. Eterno, disso eu tenho certeza, porque esse amor, mesmo que distante, mesmo que ausente, sempre existirá.  E junto com isso tudo, a minha cama macia, fofinha, certeza do conforto que Deus me deu. É no pouco que vejo o quanto Deus é bom comigo. Feliz por todas essas graças, Senhor. Obrigada, obrigada, obrigada.

Se Puder Sem Medo

Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava
Pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo
Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha
Pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo
Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta
O lençol amarrotado mesmo que vazio
Deixa a toalha na mesa e a comida pronta
Só na minha voz não mexa eu mesmo silencio
Deixa o coração falar o que eu calei um dia
Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo
Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia
Deixa tudo como está e se puder, sem medo
Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço
Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa
Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito
Pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta
Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso
Deixa o meu olhar doente pousado na mesa
Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso
Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa
Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo
Deixa eu enfrentar a insônia como ge…

Mais sonhos

De repente é tanta coisa boa acontecendo, a alegria se instalando, a vida se mostrando, os sonhos se realizando, imagens belas, cores, luzes, sorrisos... Dá medo, dá medo de ser somente devaneio, ilusão passageira e eu acordo no meio do nada, do pó, do cinza, com cabelos de poeira, pés pesados de areia, olheiras de cansaço, olhos de desânimo. De bom só dinheiro no banco, planos e a vontade de comprar mais sonhos, mais sonhos, mais sonhos...
"E como eu não sou mulher de correr da dor, deixo ela entrar aos pouquinhos, esbugalhar meus sentidos, enfraquecer meu orgulho"...

Tati Bernardi

:D :D

Imagem

:D

Imagem
É assim todo dia de manhã. Eles ficam na porta batendo, literalmente, e não sossegam enquanto não pulam todos na minha cama. A-mo!


Debulhar de Emoções

Bota na mesa o café
Bule e corações
Tô precisando da fé
Mais que da razão
Sei que o amor é assim
Vai tomar conta de mim
Aonde eu estiver

(Terra de Curumin - Saulo)

:)

Imagem
Imagem

III Forró da Fotogangue

Imagem
Foi bom demais! E a gente consegue fazer uma festa dentro de outra festa. \0/
Aguardando as fotos das fotógrafas oficiais.


Liberdade

Imagem
Com essa foto não preciso dizer mais nada. Fátima Nascimento conseguiu captar o meu silêncio, coisa que em mim é tão rara. Olho e reolho, foto mais linda, pra dizer o quanto eu sou LIVRE! "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará".

Os livros de John Green

Imagem
Acabei A Culpa é das Estrelas praticamente desidratada. Comprei no mesmo dia o Cidades de Papel. Baixei todos pra ler no kindle. Viciei.


Harmatia

Todos nessa história têm uma harmatia sólida como uma rocha: a dela, estar tão doente; a sua, estar tão bem. Se ela estivesse melhor ou o senhor, mais doente, então as estrelas não estariam tão terrivelmente cruzadas, mas é da natureza das estrelas se cruzar, e nunca Shakespeare esteve tão equivocado como quando fez Cássio declarar: "A culpa, meu caro Bruto, não é de nossas estrelas/ Mas de nós mesmos." Fácil falar quando se é um nobre romano (ou Shakespeare!), mas não há qualquer escassez de culpa em meio às nossas estrelas. 
(John Green - A Culpa é das Estrelas, página 106)

Hazel

(...) o corpo desliga quando a dor fica insuportável demais, que a consciência é temporária e que tudo vai passar. Mas, como sempre, não desmaiei. Fui deixada na areia com as ondas batendo em mim, sem poder me afogar. 
(John Green -  A Culpa é das Estrelas, página 100)

A Culpa é das Estrelas - John Green

Imagem
História mais linda... livro gostoso de ler... apesar de triste.

Coisas não lidáveis

- Ela disse que não conseguiria lidar com isso - o Isaac falou. - Estou prestes a perder a visão e ela não consegue lidar com isso.

Eu fiquei pensando no verbo lidar, e em todas as coisas não lidáveis com que se tem de lidar. 
- Sinto muito. - falei. (...) - Isso é inaceitável - ele me disse. - Isso é totalmente inaceitável.  - Bem, para ser honesta - falei -, quer dizer, ela não deve mesmo conseguir lidar com isso. Você também não, mas ela não precisa. E você, sim. 
(John Green - A Culpa é das Estrelas, página 60)

Strike!

Imagem
Eu e Maroca no pedal da tarde. 20 anos sem subir numa bike e num é que ninguém esquece como andar de bicicleta! O medo foi só fazer um strike na galera que tava correndo ou andando pelo parque. De resto, foi uma maravilha, pernas tremendo do esforço, mas não paro nunca mais.

Gatinhos de rua

Imagem
Esse é o último gatinho de rua que pego. Não vou mais fazer isso. Primeiro eu não tenho espaço adequado para cuidar deles, segundo não tenho dinheiro suficiente pra gastar com veterinário, remédio, castração, e depois entregar pra uma pessoa que não tenho certeza se vai cuidar direito. Eu cuido como cuidaria de um bebê. Dou comida, banho, limpo cocô, dou remédio, levo pra médico, compro brinquedo, tenho o maior amor. Os gatinhos chegam aqui em casa machucados, doentinhos, couro e osso e saem gordinho, sadio e com pêlo macio. Aí, aparece uma pessoa que o adota e devolve sem motivo nenhum ou então é alguém que vai deixar o bichinho ir pra rua e, mais cedo ou mais tarde, morrer atropelado ou envenenado. 
Sábado fui entregar a Ratinha e vi que a adotante deixa o outro gato dela ir pra rua. O gatinho macho, que parecia ser da mesma idade da Ratinha, estava com a orelhinha toda machucada do cachorro, que também é dela, morder. Só não trouxe a Ratinha de volta porque não tenho como ficar co…

A Ratinha

Imagem
Tinha uma réstia de luz que vinha da janela. Ela deitou naquele risco de sol, brincou, rolou e depois parou observando a claridade. Enquanto isso eu a observava. Nem sabia ela que daqui a pouco eu ia ter que levá-la pra sua segunda adotante, torcendo que dessa vez ela fosse bem cuidada e não fosse devolvida. Queria poder ficar com você, minha Ratinha, mas só posso pedir a Deus para olhar pelas suas 7 vidinhas. Que você seja muito amada.



Gnocchi nosso de cada mês

Imagem
Dessa vez rolou Cecília Meireles, dólar, euro e cartão de crédito internacional ilimitado. rs! E que nossos pedidos sejam realizados. Já completamos 1 ano com esse nosso encontro mensal. Essas meninas são um presente especial, em particular, que a fotografia me deu. Em setembro vai rolar fotos especiais pra ela dos nossos poetas portugueses preferidos diretamente de Portugal. Pedidos feitos, missão dada que será cumprida. Feliz demais com esse ciclo de amizade.



Amores

Imagem

. A arte de ser feliz .

Houve um tempo em que minha janela se abria sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,e o jardim parecia morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas. Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz. Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. Outras vezes encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola. Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. Ás vezes, um galo canta. Às vezes, um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino. E eu me sinto completamente feliz. Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada ja…

Discurso

E aqui estou, cantando.

Um poeta é sempre irmão do vento e da água:
deixa seu ritmo por onde passa.

Venho de longe e vou para longe:
mas procurei pelo chão os sinais do meu caminho
e não vi nada, porque as ervas cresceram e as serpentes
andaram.

Também procurei no céu a indicação de uma trajetória,
mas houve sempre muitas nuvens.
E suicidaram-se os operários de Babel.

Pois aqui estou, cantando.

Se eu nem sei onde estou,
como posso esperar que algum ouvido me escute?

Ah! Se eu nem sei quem sou,
como posso esperar que venha alguém gostar de mim?

Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?

Epigrama n. 2

És precária e veloz, Felicidade.
Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa:
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
Porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo despovoado e profundo, persiste

A Última Cantiga

Tu, que foste a minha paixão, virás a mim, pelo meu gosto, e de muito além do meu rosto meus olhos te percorrerão.

(...) Ainda que sendo tarde e em vão, perguntarei por que motivo tudo quanto eu quis de mais vivo tinha por cima escrito: «N ã o». E ondas seguidas de saudade, sempre na tua direção, caminharão, caminharão, sem nenhuma finalidade.

Pus o meu sonho num navio

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
depois abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar.
Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre dos meus dedos
colore as areias desertas
O vento vem vindo de longe,
a noite se curva de frio;
debaixo da água vai morrendo
meu sonho dentro de um navio...
Chorarei quanto for preciso,
para fazer com que o mar cresça,
e o meu navio chegue ao fundo
e o meu sonho desapareça.
Depois, tudo estará perfeito:
praia lisa, águas ordenadas,
meus olhos secos como pedras
e as minhas duas mãos quebradas.

Canção

Nunca eu tivera querido
Dizer palavra tão louca
Bateu-me um vento na boca
E depois no teu ouvido
Levou somente a palavra
Deixou ficar o sentido

O sentido está guardado
No rosto com que te miro
Nesse perdido suspiro
Que te segue alucinado
No meu sorriso suspenso
Como um beijo malogrado

Nunca ninguém viu ninguém
Que o amor pusesse tão triste
Esta tristeza não viste
E eu sei que ela se vê bem
Só se aquele mesmo vento
Fechou teus olhos também

Noivado

Imagem

Murmúrio

Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.

Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.

Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
- Vê que nem te digo - esperança!
- Vê que nem sequer sonho - amor!

Criança

Cabecinha boa de menino mudo que não teve nada,  que não pediu nada,   pelo medo de perder tudo.

Aceitação

"É MAIS fácil pousar o ouvido nas nuvens e sentir passar as estrêlas do que prendê-lo à terra e alcançar o rumor dos teus passos. É mais fácil, também, debruçar os olhos no oceano e assistir, lá no fundo, ao nascimento mudo das formas, que desejar que apareças, criando com teu simples gesto o sinal de uma eterna esperança. Não me interessam mais nem as estrêlas, nem as formas do mar, nem tu. Desenrolei de dentro do tempo a minha canção: não tenho inveja às cigarras: também vou morrer de cantar".

(Aceitação - Cecília Meireles)
Imagem

Bodas de Papel do meu irmão

Imagem
Passou rápido. Parece que foi ontem que estávamos celebrando o casamento do meu irmão. Até hoje parece um sonho, nós na Grécia, um lugar tão longe que é pouco provável que eu volte lá novamente. Passou-se 1 ano, mas as imagens estão mais vívidas na minhas memória do que nas fotos. Ilha de Santorini, lugar azul e branco de tão lindo, inigualável, indescritível. Atenas, um mergulho na história, na arquitetura, nas artes. Agradeço eternamente ao meu irmão e a minha cunhada, só a família mesmo pra nos fazer viajar pra dentro de um sonho real. Parabéns pelas Bodas de Papel. Amo vocês. 

Desmobilização

Imagem
Ih, acabou tudo!







A Encantadora de Bebês

Imagem
A mãe de Anna Julya me procurou pra que fizesse o acampamento mês a mês de sua filha. Como não era minha especialidade, indiquei algumas colegas e ela acabou escolhendo Raquel Carvalhal. Ontem foi o primeiro dia do acompanhamento e fiquei fascinada com a criatividade da colega, com a quantidade de acessórios e cenários que ela consegue montar e claro com a própria Anna Julya.

Raquel tem uma facilidade para atrair a atenção do bebê de tal forma que Julya acompanhava com o olhar tudo que ela fazia, olhando para a câmera. Coisa linda de se ver! Se não era minha especialidade fazer newborn e fotografar bebês, agora passará a ser. Raquel Carvalhal, a encantadora de bebês, me inspirou a isso. 





Sendo analítica...

- Tem gente que é tão mentirosa, mas tão mentirosa, que eu fico pensando: Meu Deus, será que ele não percebe que ninguém tá acreditando? #paraquetafeio
- Tem gente que me faz o mal achando que vou sofrer e nem percebe que me fez um grande, um imenso, um "huge" favor. #abencoadaeusou
- Tem gente que é tão negativa, mas tão negativa, que nem precisa falar muito comigo pra sugar minhas energias. Misericórdia, como sou vulnerável. Tá repreendido. 
- Sem paciência hoje pra gente problemática. 
Pra terminar... 
Putz, vi que a fila andou pra uma galera. Já analisei e já cheguei ao resultado: não consegue ficar só e sempre troca 6 por meia dúzia pra tapar um vazio que nada preenche. São praticamente as mesmas características das ex comparando com a atual do momento. Mais uma que é o maior amor dos últimos 2 meses. A eterna busca pelo olhar que um dia recebeu. Nunca vai achar. "Nunca verão"...

Família, bem maior.

Tirei o dia quase todo só para eles. Meus pais, meus tios, minhas primas, os filhos das minhas primas - meus sobrinhos - amor duplicado e eternizado. Todos juntos e misturados em 3 casas, uma ao lado da outra, porque morar longe é sentir muito saudade. O tempo passou que nem vi. É assim quando se está muito feliz.

Chá de Fraldas

Tão pequena com uma barriga tão grande. 6 meses só, mas meu sobrinho já cresce sapeca e gordinho. Os médicos diziam que ela não passaria dos 7 anos de idade porque a caixa torácica era muito pequena para o coração. Olha ela aí, com mais de 7, bem mais que 7, e com todos os órgãos, o coração e um bebê dentro dela, só não se cabe de tanta felicidade. Feliz junto com ela. Titia babona fotografa e vai fotografar muito detalhe desse bebê amada, curtindo junto como se fosse dela também. Mas ele é meu! Sim, Heitor é meu também. :)

O que mais gosto de fazer

Imagem

Paula Fernandes - Não Fui Eu

Ei, escuta, para de agir feito criança
Escuta, sinto em te dizer, mas foi você quem procurou
Quem partiu um coração, não fui eu

Ei, escuta, tudo nesse vida tem seu preço
Escuta, se chegou a hora de colher o que plantou
Você mesmo quem regou, não fui eu
Não fui eu

Eu sei o que dirá
Vai me culpar
Por um erro seu
Se alguém me perguntar
Irei dizer que não fui eu
Não fui eu
Não fui eu quem desistiu dos nossos sonhos
Não fui eu quem destruiu nossa esperança
Não fui eu quem fez meus olhos mergulhados por mentiras
Vai dizer que era isso que eu queria
Eu sei o que dirá
Vai me culpar
Por um erro seu

Eu sei o que dirá
Vai me culpar
Por um erro seu
Se alguém me perguntar
Irei dizer que não fui eu

Eu sei o que dirá
Vai me culpar
Por um erro seu
Se alguém me perguntar
Irei dizer que não fui eu
Não fui eu

Sim, isso me faz feliz!

Imagem
Já tem muito tempo que estou por aqui... tá na hora de ir embora, tá na hora de morfar.
Se soubesse como gosto das suas cheganças,você chegaria correndo todos os dias.
(Leite Derramado - Chico Buarque)
"Se com a idade a gente dá para repetir casos antigos, palavra por palavra, não é por cansaço de alma, é por esmero. É para si próprio que um velho repete sempre a mesma história, como se assim tirasse cópias dela, para a hipótese de a história se extraviar.

(Leite Derramado - Chico Buarque)
Um lugar deve existir
Uma espécie de bazar
Onde os sonhos extraviados
Vão parar Entre escadas que fogem dos pés
E relógios que rodam pra trás
Se eu pudesse encontrar meu amor
Não voltava
Jamais.

(Chico Buarque)

"O ciúme é então a espécie mais introvertida das invejas, e mordendo-se todo, põe nos outros a culpa da sua feiura". (Leite Derramado - Chico Buarque)


"Não sei se existe um destino, se alguém o fia, enrola, corta. Nos dedos de alguma fiandeira, provavelmente a linha da vida de Matilde seria de fibra melhor que a minha, e mais extensa. (...) Sei que a minha se alongou além do suportável, como linha que se esgarça. Sem Matilde, eu andava por aí chorando alto. (...) Era como se a cada passo eu me rasgasse um pouco, porque minha pele tinha ficado presa naquele mulher".

(Leite Derramado - Chico Buarque)

Outro Alguém

Não dá mais pra mim
Pra eu poder viver aqui
Sem ter a ti
Não dava pra prever
Que eu não ia mais te ter
Não dava pra saber
Que ia me deixar
Me trocar por

Outro alguém...
Outro alguém...

Olho para trás
A ver a alegria que
Você não foi capaz
De me causar
Penso neste tempo
Que passei sem perceber
Que não queria mais
E hoje estás com outro alguém

Outro alguém...

(Los Hermanos)

Sonho

Lembrei agora que sonhei com você. Foi um sonho bom, mas lembrar que enganar era um esporte seu, que se divertir com a credulidade de todas era o seu prazer, torna-o ruim. Docemente ruim.

Mudar é sempre bom

Imagem
Sai o template 2013 e entra o modelo 2014.  Minha paixão por fotografia permanece, por gatos também, por viagens muito mais. Título modificado para Soberana Rubia, mas sempre Soberana. E vamos para o décimo primeiro ano do blog. Viva!


Modelos anteriores: 




Fotografar é minha terapia

Imagem
Quarta-feira de cinzas, eu já entediada de tanto feriado (sou workaholic), minha prima Kedmma me liga pedindo pra que eu registrasse seu quinto mês de gestação.

Então, do nada, surgiu esse ensaio fotográfico no meu condomínio mesmo, aproveitando a piscina, um caramanchão e um canteiro de flores. Pouca opção de lugar, a luz não tava boa porque no final da tarde os prédios vizinhos encobrem o sol, mas não é que as fotos ficaram lindas?

Sorriso de felicidade genuína. Porque não existe amor maior que de uma mãe. Adorei esse ensaio e domingo tem mais, apesar de que já estou planejando o de 6 meses, rá! rsrsrs!!!
- Vem cá, por que você não acredita no que eu lhe digo? Enquanto você continuar fazendo isso com todas as pessoas que gostam de você, nunca vai ser feliz com mulher nenhuma.
- Tá me jogando praga? Você além de Madre Tereza de Calcutá é bruxa também?

Ele tinha o mesmo padrão de término para todos os relacionamentos que começava. Não conseguia ficar sozinho. Não conseguia ser honesto. Trocava uma mulher por outra quando queria se livrar da anterior. Não dava satisfação, simplesmente se afastava. Era sempre assim. Quando questionado, negava, com uma voz tão doce que fazia mal mesmo ela não sendo diabética: "Não, amor, é impressão sua. Não está acontecendo nada. Deixe de ser neurótica. Está tudo bem". Enquanto isso enchia a próxima vítima de atenção. Encontravam-se todos os dias, iam aos melhores motéis da cidade, planejavam as melhores viagens. Mostrava-se ciumento e apaixonado. Com ela não tinha sido diferente.
Agora que sabia disso era alívio que sentia. Não, não estava louc…

Diálogos

Ele questiona: Até quando vamos ficar assim? Será que também vamos ficar nessa situação por 29, 30 anos?
Silêncio.

 (...)

- Posso perguntar uma coisa?
- Pergunte.
- Ela é bonitona? Tem corpão?
Ele riu.
- Não acho não...
- Como ela é? Loira ou morena?
- Loira, claro, tinha que ser outra loira, não é?
- ...

(...)

Alguém comenta: "E depois de 17 anos separados, num é que agora eles voltaram e estão juntos de novo"!
Ele baixou o olhar e pensou alto:
Abre aspas - Será que vai acontecer isso comigo também? - Fecha aspas.

(...)

Ela: Amor... ainda posso te chamar de amor?
Ele: Melhor não...
Ela: Mas você acha que um dia a gente vai ficar junto de novo?
Silêncio. Depois de um tempo responde:
Ele: Não costumo pensar muito nisso não.
Ela:  ...

Romantismo

Em alguma vida passada eu devo ter sido um poeta romântico e com certeza morri de tifo, pneumonia ou tuberculose, deprimida num quarto insalubre de Londres.

Era amor e essa é uma dor de que ainda me lembro

Mariá sentiu vontade de lhe escrever. Talvez mandar uma carta de amor. Ridícula. Mas era o único meio, uma carta ao modo tradicional, pelos correios, só para dizer que ele não precisava ter lhe bloqueado em todos os meios de comunicação modernos que existiam.  
Já tinham se passado três meses e ele continuava em silêncio. Quem muito se ausenta uma hora deixar de fazer falta? Ela acreditava e até pensava que tinha superado, esquecido. Mas hoje se dava conta que a decepção é como a morte, impossível de ser superada, com o agravante da agonia de ter que conviver, obrigatoriamente, com um fantasma que aparece nas horas mais improváveis. 
A imagem dos dois dentro do carro era o que assombrava a sua mente agora. Quando pensava que estava tudo bem, vinha tudo de novo. Dava para ouvir os caquinhos remendados com esparadrapo barato se soltando e caindo no piso do seu carro. E doía. A dor irradiava pelo braço esquerdo e ela fantasiava que talvez fosse algum problema na coluna cervical, mas o o…

O acaso zombava dela.

Mariá tinha decorado a placa do carro, assim quando visse na rua saberia que ele estaria por perto. Por meses olhou a placa de todos os carros pretos que passavam, mas nenhum nunca foi o dele. Desta vez estava distraída, mas as letras e os números pularam na sua frente. Quando se deu conta estava exatamente ao lado. Tentou manter a calma e a dignidade, buzinou três vezes para chamar sua atenção e talvez trocar algum cumprimento amigável. Buzinou, mas ele não ouviu. Foi aí que ela notou a outra no banco do passageiro: branca, cabelos longos, prestava atenção ao que ele contava, alguma história sobre assaltos, polícia, bandido, Mariah percebeu pela forma como ele gesticulava animado. 
O acaso zombava dela. O tráfego não colaborava. Foram alguns minutos observando enquanto era ignorada. Chegou a conclusão que ele fizera uma boa troca. Continuou observando e viu quando ela passou a mão pelos cabelos louro escuro de forma sensual. Viu quando trocaram beijinhos e afagos. Viu quando ele fez…

Abandono

"Por mais que lhe dissessem que a amavam, não havia nenhum reconhecimento de que a prova disso fosse o abandono." (A Menina que Roubava Livros)
Gastamos horas nos atualizando, ao mesmo tempo em que geramos muito pouca notícia sobre nós mesmos. O que você tem feito? A população do planeta está em plena atividade, todos trabalhando, planejando, comemorando, matando, sobrevivendo, um mundo no gerúndio, sem interrupções, e a gente consumindo tudo isso, soterrados por tanta notícia, por tanto apelo, por tanta exigência de opinar, concordar, discordar. Você poderia estar ouvindo uma música agora, olhando pró céu. Você poderia estar regando suas plantas, poderia estar observando o barulho da chuva, poderia estar preparando um chá ou lendo um belo poema em vez desses meus lamentos. Não, não me abandone, mas deixo aqui uma perguntinha: você tem recebido notícias de si mesmo? 
 Martha Medeiros

Tire-o da cabeça

Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. Com fórceps é que a criatura não sai. 
(Martha Medeiros)

Ensaio de Aniversário - por Fátima Nascimento

Imagem
O primeiro foi um sucesso tão grande que resolvemos repetir esse domingo. Mais que só fotos, diversão total. Parabéns, Fátima Nascimento (http://fatimafotoarte.blogspot.com), missão dada é missão cumprida e você arrasou nas minhas fotos. A-mei e até 2015! 



Descarte.

Imagem
Pensei que fosse amor. Depois lembrei que é só você quem sabe descartar bem.
Descarte. Desencane. É tudo desperdício de energia. E de amor. 
"Pensei que era verdade o que era sedução (...)
Quem é que consegue esquecer um olhar? (...)

Deixa eu te abraçar

Deixa eu te beijar
Eu te quero

Deixa eu te sentir

Deixa eu me iludir
Eu te espero

Seja sedução

Seja uma ilusão
Eu me engano

Seja o que quiser

Como você é
eu te amo".
Imagem
Não sinto saudade dele, sinto saudade de quem eu achei que ele fosse...

Bad trip

Curtindo a bad trip dos corticóides.
Sem sangramento, mass com depressão e ansiedade.
Cansada já disso tudo.