O silêncio das montanhas

"Baba Ayub não entendia. Assim como não entendia por que uma onda de alguma coisa, alguma coisa como a parte final de um sonho triste, sempre o envolvia quando ouvia o toque da sineta, surpreendendo-o todas as vezes, como uma inesperada lufada de vento. Mas depois passava, como passam todas as coisas. Passava".

(O Silêncio das Montanhas)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta