Páginas

quinta-feira, 16 de junho de 2016


"Um dia não iremos mais chorar
Viveremos todos unidos em amor
Confiando nas promessas do Senhor
Estaremos juntos pra sempre".

Ontem de tarde bateu uma tristeza na gente, sem motivo, hoje meu pai amanheceu morto. Tem coisas que não se explicam e que a gente só tenta aceitar. Meu pai era (que estranho falar no passado...) uma dessas pessoas bravas mas de coração mole, popular, comunicativo, que contava a mesma piada mil vezes e ria mesmo assim. Eu ainda não estou acreditando. E fica aquele vácuo, aquele espaço de futuro que tinha tanta coisa pra acontecer, só que não vai mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!