Dj ou Banda?

Muitas pessoas ficam em dúvida na hora de contratar um profissional ou profissionais para sonorizar seu casamento. Tão, ou mais importante que as entradas, pratos quentes, bebidas, bem casados entre outras guloseimas oferecidas em uma festa de casamento, a parte sonora deve ser muito bem analisada e avaliada.

Com a forte cobertura que a imprensa vem dando aos DJ's esse mercado vem evoluindo muito, e com ele, uma leva de "empresas" vem tomando conta da Internet, oferecendo serviço de baixo custo e consequentemente baixa qualidade. Não é difícil ouvirmos por ai, nossa o casamento está ó timo, mas o DJ era péssimo. Ou então, nossa a marcha nupcial parou no meio da entrada da noiva. O som era péssimo, estava muito alto, não conseguíamos conversar.

Hoje os preços de uma estrutura básica de DJ ( Som e Iluminação) variam em torno de R$200,00 a R$1.200,00. Enquanto uma banda em média cobra de R$900,00 a R$3.500,00 dependendo do número de integrantes. Não é questionável a qualidade sonora e a animação de uma banda, onde os cantores chamam o público para dançar junto a pista, com hits nacionais do Tim Maia, Alo Alo W Brasil entre muitos outros. Nem tão pouco a variedade e diversidade musical de um DJ que além de tocar as músicas na voz de seus próprios intérpretes e simultaneamente soltar Vídeo Clipes no Telão.

Essa é a maior dúvida na hora da contratação de um ou outro, para ser imparcial enumerarei os prós e contras e cada um que faça sua escolha.

Banda

  • Maior Qualidade Sonora(quando o(s) cantor(es) são bons e trabalham com equipamentos de primeira linha)
  • Toca em sua maioria Músicas Nacionais e algum hits Internacionais(anos 70 e 80)
  • Repertório pré determinado
  • Podem fazer algumas coreografias e brincadeiras com os convidados, proporcionando um divertimento diversificado e variado.
  • Preço elevado

DJ

  • Toca full time, sem descanso
  • Passa clipes das músicas em telas de até 200"
  • Maior variedade e diversidade musical
  • Aceita sugestões de seus convidados, podendo trocar os ritmos com muito mais destreza
  • Pode levar adereços a serem distribuídos aos convidados em conjunto com a troca de certos ritmos musicais
  • Vai ao local de seu evento antecipadamente e dá sugestão de iluminação, tanto da pista de dança, quanto ambiente
  • Fala ao microfone com desenvoltura e também pode proporcionar divertimento e interatividade com seu público
Se depois de analisar os dois você decidiu optar pelo DJ, segue algumas dicas para a boa contratação de uma empresa profissional. Ligue para pelo menos 3 empresas e veja com qual você teve mais empatia e analise:

Se o DJ for muito jovem, saiba que ele terá preferência a músicas eletrônicas e não terá muita variedade musical.

Pergunte se tem empresa aberta, se não tiver saiba que é mais um DJ que veio na leva da modernidade.

Se trabalha com contrato: essa é uma segurança que os dois terão.

Se cobrar muito barato: lembre-se do velho jargão popular, o barato sempre sai caro.

Pergunte quantas pessoas serão necessárias para montar a festa. Desconfie, se lhe falarem mais de 3, já vi casamentos que a mesa do DJ era mais cheia que a mesa dos noivos, com um monte de amiguinhos do suposto DJ.

Passada essa fase, chegou a hora de analisar os equipamentos que constam em sua cotação.

Fuja de Iluminação barata como:

Raio de Som
Centopéia
Efeito Lúmen

Uma pista de dança ( Adulta ) é formada por Moving Lights, ou Moving Heads, Laser 100 Mw (miliwatts) Mega Strobo, Globo Espelhado e Máquina de Fumaça. Som, se possível escolha som tipo P.A com caixas separadas de graves, pois assim o som sairá mais encorpado e bonito.

(retirado do site: http://www.noiva.org/banda-ou-dj.php)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta