Regresso

Outrora eu era daqui, e hoje regresso estrangeiro, 
Forasteiro do que vejo e ouço, velho de mim. 
Já vi tudo, ainda o que nunca vi, nem o que nunca verei. 
Eu reinei no que nunca fui.
Fernando Pessoa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta