O gasguito massagista de luvas brancas

Não gosto da morte porque ela faz a gente pensar muito na vida. 

Depois de dias e dias tendo convulsões direto, de ter definhado tão rapidamente, de ter se acabado em tão pouco tempo, emagrecido, secado,  Jhoni morreu hoje no finalzinho da manhã. 

Chorei como se tivesse morrido uma pessoa. Pra mim morreu mais que uma pessoa. Choro desde que ele adoeceu. Um bichinho encontrado nas ruas em cima de um papelão, um animalzinho abandonado que foi resgatado por uma amiga (se tornou uma amiga depois dele) e entregue a mim para ser cuidado. Infelizmente não consegui mudar a sua sorte, mesmo tendo tentado. E nos seus últimos dias fiz de tudo: internamento, remédios, tratamento em clínica veterinária. Pena que não deu certo. Pena que ele não se recuperou, não conseguiu resistir, pena que já era tarde demais. Perdoe-me, meu bichinho, meu bichano, se falhei em alguma coisa. Perdoe-me por não ter lhe acompanhado todos os dias desde o momento que te recebi na minha casa. Perdoe-me por não ter lhe deixado junto com suas irmãs, que te amavam tanto, e ter te dado em adoção. Perdoe-me por não ter conseguido te salvar. 

Dizem que gatos não tem alma, isso eu não sei, mas as pessoas que os abandonam à própria sorte, essas sim, é que não tem. Meu gasguito tinha personalidade, pelo menos disso tenho certeza, e muito amor no coração. Doeu tanto ter que decidir de que forma destinar seu corpo. Não, ele não será jogado numa lata de lixo, será cremado junto com outros, um fim digno como ele merecia ter. 

O único consolo: agora ele não sente mais dor. Morará no céu dos bichinhos, onde não falta patê e tapete fofinho pra deitar. Que ele aprenda a brincar, correr e arranhar o sofá (nunca foi de fazer isso, mas que faça agora, então), que tenha muitos amiguinhos pra lhe dar lambidinhas. Aqui fica só uma dor no peito e uma saudade enorme do meu gasguito massagista de luvas brancas, o gato mais bonzinho que já conheci. 

Comentários

  1. Ô, amiga! Meus sentimentos...qdo penso que me despedirei dos meus peço ao menos uma morte digna.

    ResponderExcluir
  2. Lendo agora meses uma saudade do Jhoni. Foi pouco o tempo que ficou comigo mas eu aprendi a gostar dele. Era tão bonzinho. Nunca vou esquecer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!

Postagens mais visitadas deste blog

Eu sou do Trecho

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Cortina Longa x Cortina Curta