Páginas

domingo, 5 de abril de 2015

O benefício da dúvida

“Vivi com vários mestres zen – todos eles gatos.” 
– Eckhart Tolle

- Ela fez com você o que você faz com todas as mulheres.
- Como assim?
- O tal benefício da dúvida: quando você faz uma coisa errada, o parceiro descobre e mesmo assim você consegue convencê-lo de que não fez. Mesmo com todas as evidências e provas e comprovações. 
- Mas ela não fez isso, se tivesse feito, eu não estaria mais com ela. Isso não tem perdão, eu não aceito. 
- É, as suas outras mulheres também falavam assim... até não conseguirem mais fechar os olhos. 

A vida é mesmo uma via de mão dupla. O que vai, volta. O que sobe, desce. Ação e reação. Aqui se faz, aqui se paga. Desta vez ele arrumou uma igual a ele, o par perfeito, o chumbo trocado. Esse é o que não dói. Dessa vez não tem nenhuma Alice que deva acordar. É apenas a Rainha Louca cortando cabeças e o seu valete. Ou ele seria o Gato Risonho? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!