"Ela acreditava nele, mas não mais na vida. A vida a magoaria de novo havendo oportunidade. Coisas terríveis ocorreriam se ela abrisse a guarda e o deixasse entrar completamente no seu mundo. Poderia perdê-lo, ou ele poderia traí-la, abandoná-la ou morrer. Nada mais era seguro, ela sabia bem disso. Não poderia confiar em ninguém e em nada, nem mesmo nele. Não tão intimamente. Percebeu então que tinha sido tola em pensar que poderia".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu sou do Trecho

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Cortina Longa x Cortina Curta