Assédio

Lembrar as coisas que o maldito gerente me fez me deixa tão mal, tão pra baixo, de uma forma que ninguém consegue imaginar. Já contei e recontei a mesma história na denúncia ao sindicato, à ouvidoria, aos advogados. Todas as vezes é como se eu mesma estivesse metendo o dedo na ferida e futucando até sangrar. Tive que tocar no assunto mais uma vez, dessa vez com o diretor da empresa, que fingiu estar preocupado com meu bem estar, mas na verdade a preocupação era com a responsabilidade atribuída a empresa através do comunicado enviado pela Ouvidoria.

Mesmo tendo a certeza que a conversa com o diretor surtirá grandes efeitos, saí daquele Café arrasada. Não chorei no shopping pra não dar gosto ao cão. Não chorei em casa porque tinha que tratar com a diarista e o marceneiro. Não chorei de tarde porque era vergonha chorar durante o curso numa sala lotada. Mas quando caiu a noite, quando reparei naquele por-do-sol triste das 17:30, a sensação de "corda arrebentando do lado mais fraco" me cortou o coração. 

Eu só vim chorar de verdade agora. Até então chorei por dentro. Agora, na segurança do meu quarto e da minha cama-box-com-molas-ensacadas-e-fibra-de-bambu pude chorar até o nariz escorrer. Não sou uma menina superpoderosa todo o tempo. Mesmo sendo corajosa, quase sempre tenho muito medo. E lembrar da forma como fui vilipendiada por aquele cidadão, machuca forte. Não, eu não sofri uma acidente de moto ou de carro, eu não tive escoriações, não levei pontos, não tenho hematomas, não quebrei nenhum osso. Mas me sinto como se tivesse sido atropelada por um sideboom. É isso. Ele passou por cima de mim com um rolo compressor. Pouca gente reparou, mas eu tô arrasada, esmagada, achatada no chão.


vilipendiar - Conjugar
(vilipêndio + -ar)
v. tr.
1. Tratar com vilipêndio. = DESDENHAR, DESPREZAR, MENOSPREZAR
2. Considerar como vil ou indigno.
3. Desrespeitar.

Comentários

  1. Sei bem o que é isso Soberana! E de pensar que sempre existe um gerente, chefe filha da puta pra fazer a gente se sentir assim. Mas Deus é fiel, e mesmo com tanta dor ele nunca nos desampara. Bj no seu coração Nina

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta