A canção


Na África existe uma tribo onde a data de nascimento de uma criança não é o dia em que ela nasce nem o dia em que foi concebida, mas sim o dia em que foi pensada por sua mãe. Quando uma mulher decide ter um filho, senta-se sozinha debaixo de uma árvore e se concentra até escutar a canção da criança que quer nascer.Em seguida, ela ensina a canção ao homem que será o pai. Então, quando fazem amor, com a intenção de concebê-la, em algum momento cantam juntos a canção como uma forma de convidar a criança a vir. Quando a mãe engravida, ela ensina a canção para as outras pessoas da tribo, para que as anciãs, e quem mais estiver ao seu lado, possam cantar na hora do parto para dar as boas vindas àquela nova vida. A medida que a criança vai crescendo, quando se machuca, cai ou ajuda a tribo de alguma forma, para honrá-la, as pessoas cantam a sua canção.


Existe outra ocasião na qual cantam para a criança. Se em algum momento da sua vida essa pessoa comete um crime ou qualquer outro ato socialmente não-aceitável, as pessoas da comunidade a rodeiam e cantam a sua canção. A tribo reconhece que a forma de corrigir um comportamento anti-social não é o castigo, mas sim o amor e a recuperação da identidade da pessoa. Quando alguém reconhece a sua própria canção, não deseja nem precisa fazer nada de ruim aos outros.
Você pode não ter nascido numa tribo africana que canta a sua canção em cada uma das transições em sua vida, mas a Vida o recorda quando você está vibrando a sua própria frequência e quando não está. Siga cantando e encontrará o caminho da Sua Casa. Autor desconhecido, mas muito apreciado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu sou do Trecho

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Cortina Longa x Cortina Curta