Páginas

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Abraço


Eu sei que com o tempo vai-se esquecendo as coisas boas que se vive... com o tempo a ausência pára de doer. 

Certo dia me perguntaram se eu me arrependi de ter me apaixonado e me deixado envolver tanto, se eu parava pra pensar "como pude"?

Lembrei-me de algumas vezes em que ele me abraçava por trás sem eu esperar, colocando o braço ao redor dos meus ombros, e então me dava um beijo no rosto. Sempre pela manhã. Um bom dia silencioso. 

Foram poucas vezes que ele fez isso, mas eu nunca vou esquecer do quanto foi carinhoso comigo. Sexo a gente pode ter com qualquer pessoa. Carinho não. Ninguém nunca foi. E é só por isso que eu nunca vou me arrepender.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!