Páginas

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Hazel

(...) o corpo desliga quando a dor fica insuportável demais, que a consciência é temporária e que tudo vai passar. Mas, como sempre, não desmaiei. Fui deixada na areia com as ondas batendo em mim, sem poder me afogar. 

(John Green -  A Culpa é das Estrelas, página 100)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!