Não nasci para andar de ônibus

Não, não mesmo. rs! Ah, que a ida Salvador x Recife pela Avianca foi tão tranquila e tão rápida, não deu tempo nem de fuçar toda a programação de entretenimento, não deu tempo de ficar olhando "O i-ti-ne-rá-rio" (piada interna). Com uma hora e pouquinho já estava nos braços do amado. Já a viagem Recife x Aracaju pela Progresso (pelo menos eles dão um lanchinho melhor do que o da Gol), vou te contar... mesmo acomodada nos braços do amado, toda hora acordava assustada com o motorista passando pelos buracos (ou eram quebra-molas, sei lá!) a toda velocidade (depois ele ainda conta que o ônibus tava era sem freio. Misericórdia!). Cheguei em casa (home sweet home) toda quebrada. Passei o dia inteiro sem coragem pra nada, pendendo de sono e ao mesmo tempo sem conseguir relaxar pra dormir mais. Enfim... definitivamente, não nasci para andar de ônibus. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta