Não nasci para andar de ônibus

Não, não mesmo. rs! Ah, que a ida Salvador x Recife pela Avianca foi tão tranquila e tão rápida, não deu tempo nem de fuçar toda a programação de entretenimento, não deu tempo de ficar olhando "O i-ti-ne-rá-rio" (piada interna). Com uma hora e pouquinho já estava nos braços do amado. Já a viagem Recife x Aracaju pela Progresso (pelo menos eles dão um lanchinho melhor do que o da Gol), vou te contar... mesmo acomodada nos braços do amado, toda hora acordava assustada com o motorista passando pelos buracos (ou eram quebra-molas, sei lá!) a toda velocidade (depois ele ainda conta que o ônibus tava era sem freio. Misericórdia!). Cheguei em casa (home sweet home) toda quebrada. Passei o dia inteiro sem coragem pra nada, pendendo de sono e ao mesmo tempo sem conseguir relaxar pra dormir mais. Enfim... definitivamente, não nasci para andar de ônibus. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu sou do Trecho

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Cortina Longa x Cortina Curta