Páginas

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Todo dia era dia de índio...

E atire a primeira flecha quem nunca voltou da escola assim:



Mas hoje bem é o meu dia. Minha família materna é comprovadamente descendente dos índios da tribo Pankararu, lá do Brejinho da Serra-PE. Descendentes de índios, com direito a carteira do FUNAI e dança do toré. Sim, apesar de ter retirado o sobrenome "da Silva" da família da minha mãe, apesar dos cabelos ruins e a bunda grande de negra, apesar dos olhos azuis portugueses da vovó, sou "da Selva", sim, eu sou uma ÍNDIA. Parabéns pra mim, então.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!