Os 21 Melhores Lugares para se Viver

Procurando assunto para escrever uma redação sobre The Best Place to Live, encontrei o site Inversu e essa lista de 21 lugares de verdadeira qualidade de vida, considerando vários fatores como qualidade do ar, congestionamentos de automóveis e segurança pessoal. Na lista não há nenhuma cidade brasileira, nem mesmo nossa querida Aracaju e sua tão propagandeada qualidade de vida. As fotos são belíssimas e todas as cidades vão para a minha lista de lugares que preciso conhecer antes de morrer. 

 Zurique, Suíça





















2º Viena, Áustria
vienna Os 21 melhores lugares para se viver

 Genebra, Suíça
geneva2 Os 21 melhores lugares para se viver



 Vancouver, Canadá

vancouver2 Os 21 melhores lugares para se viver



 Auckland, Nova Zelândia

auckland Os 21 melhores lugares para se viver



 Dusseldorf, Alemanha

dusseldorf2 Os 21 melhores lugares para se viver



 Munique, Alemanha
munich Os 21 melhores lugares para se viver

8º Frankfurt, Alemanha
frankfurt Os 21 melhores lugares para se viver

 Bern, Suíça
bern Os 21 melhores lugares para se viver

10º Sydney, Austrália
sydney2 Os 21 melhores lugares para se viver

11º Copenhaga, Dinamarca
copenhagen Os 21 melhores lugares para se viver

12º Wellington, Nova Zelândia
wellington Os 21 melhores lugares para se viver

13º Amsterdão, Holanda
amsterdam Os 21 melhores lugares para se viver

14º Bruxelas, Bélgica
brussels Os 21 melhores lugares para se viver

15º Toronto, Canadá
toronto Os 21 melhores lugares para se viver

16º Berlim, Alemanha
berlin Os 21 melhores lugares para se viver

17º Melbourne, Austrália
melbourne Os 21 melhores lugares para se viver

18º Luxemburgo, Luxemburgo
luxembourg Os 21 melhores lugares para se viver

19º Ottawa, Canadá
ottawa Os 21 melhores lugares para se viver

20º Estocolmo, Suécia
stockholm Os 21 melhores lugares para se viver

21º Honolulu, EUA
honolulu Os 21 melhores lugares para se viver
(imagens:Getty Images)

Comentários

  1. Aracaju? Ih, tadinha dela..

    ResponderExcluir
  2. Kinha, quando for para Sydney, me chame!!

    ResponderExcluir
  3. Não moraria em nenhum, mas quero conhecer TODAAAASSS. Gatona, deixei um comentário lá no blog respondendo o teu. Passa lá e dá uma lidinha. ;)

    ResponderExcluir
  4. Menina, meu comentário não saiu? Deixei uma resposta par ti lá no meu blog. Aliás, não moraria em nenhuma dessas cidades, mas quero conhecer tooooodas.

    ResponderExcluir
  5. Pois, eu colocaria Aracaju na primeira posição. Salvador, nunca! Aquela cidade parece mais uma favela, trânsito caótico, suja, fedida e cada prédio feio, caindo aos pedaços. Até o elevador Lacerda, já está entregue às baratas. Claro q tem coisas bonitas, serviços q talvez não existam em Aracaju, mesmo assim prefiro minha capital com ar provinciano, limpa, bonita e com qualidade de vida!!

    Ah, esse site que escolheu essas 21 cidades deve ser de país desenvolvido para não citar cidades de países emergentes.

    ResponderExcluir
  6. Salvador não figurou na lista não, Thi. Nem de longe. Mas vc não pode tirar toda a cidade de SSA pelo bairro de IAPI, rs!, pois em questão de belezas naturais urbanas, SSA figura entre as mais bonitas do Brasil, quiçá, do mundo. Eu amava ver aquele marzão azul da Barra/Ondina surgir de repente em meio ao trânsito caótico.

    E vc pode até preferir Aracaju, eu tb prefiro, mas a cidade está há anos luz de se comparar com qualquer uma dessas cidades da Europa. Até mesmo pq é bem, mas bem mais nova.

    Com certeza cidades com padrão alto de qualidade de vida são aquelas de países super-hiper-mega-desenvolvidos. Não é questão de escolha, é questão de ser óbvio.

    ResponderExcluir
  7. Não sei se preferiria Aracaju a todas as outras cidades que eu conheço (que nem são muitas), só que acho muita enganação essa propaganda de qualidade de vida. O péssimo sistema de transporte público aliado ao trânsito caótico de Aju desabilita a concorrência com quaisquer dessas que aparecem na tal lista. Eu até concordo com o Thiago de a lista ser 'muito primeiro mundo', mas é preciso reconhecer que nossa terrinha ainda precisa comer muito arroz com feijão para chegar nesse nível..

    E eu não entendi como Salvador entrou nessa discussão. Em termos de qualidade de vida ela perde para todas as capitais do país (ok, talvez não para SP). E olha que quem está falando isso é uma pessoa que adora Salvador! :p

    ResponderExcluir
  8. Salvador entrou no comentário pq eu passei lá este final de semana. Já tinha ido lá outras vezes e toda a vez que vou só confirmo que lá é feio. Claro que tem coisa bonitas, mas só me vem a mente uma grande favela quando penso em Salvador.

    ResponderExcluir
  9. Vixe, q vontade de viajar q me deu vendo essas imagens...

    ResponderExcluir
  10. Tens razão, Thi. Mas não dá para comparar uma cidade com 3 milhões de habitantes com outra com 600mil. O povo tem mesmo que se atrepar nas casinhas de pombos pra poder caber todo mundo. rsrsrs!!! É como se comparasse Aracaju com Siriri. Imagine!
    Vc podia comparar com o Rio, que é tb uma grande favela, aí sim, eu diria que SSA é mais bonita. Ou poderia comparar Aju com Vitória, ou outras de padrão semelhante, nesse caso prefiro Aju.
    Eu qd lembro de SSA, só lembro do mar azul, tão azul que sempre me surpreendia, algumas vezes verde, mas sempre mt bonito. E o pôr-do-sol no mar (que não tem aqui) é o mais lindo que eu já vi, não cansava de assisti-lo. Mas eu sou uma romântica, minha visão do mundo é totalmente diferente. rs!

    ResponderExcluir
  11. O Rio é considerado cidade maravilhosa, e tem muitas belezas sim,mas tem também muitas favelas. Acho que é a cidade que tem mais favelas no Brasil,não tenho certeza. Mas Salvador apesar das favelas também tem muita coisa bonita. O que não gosto de Salvador é o do trãnsito,mas Aracaju está se igualando nesse ítem. Mas não vamos comparar essas cidades de países desenvolvidos com as do nosso Nordeste principalmente.

    ResponderExcluir
  12. Essa história 'tá é rendendo. Gosto assim.

    Mas eu acho que toda a polêmica gira em torno do que estamos chamando de 'melhor' ou de 'mais bonito'. Na minha opinião, em termos de belezas naturais, Salvador dá banho em Aracaju, mas perde pro Rio; em termos de organização urbana, Aracaju bate a maior parte das cidades que conheço; e por aí vai. No caso do post, como falava em qualidade de vida, dentre as já citadas, meu voto vai para Aracaju justamente por isso e apesar dos (muitos) pesares.

    Também coto BH muito bem. Em termos de qualidade de vida, comparo-a a Aracaju. Só que, por sentir tanta falta do mar, a saudade que bate tantas vezes é mais a de Salvador. Lembro de como é bom pegar um bronze na Praia do Buracão, beber água de coco ou caldo de cana na Ponta do Humaitá, tomar um sorvete na Ribeira, ver o pôr-do-sol da baía de todos os santos no MAM (e, para ir além da natureza, também sinto falta dos vários cinemas de arte espalhados pela cidade, dos shows no Porto e das farras de bar em bar) - tem como não gostar?

    É aí que entra outro fator não menos importante: a experiência pessoal. Cada um constrói a sua própria ligação com a cidade. E é impossível não reduzir nossos pitacos sobre o assunto a essa ligação. Das cidades em que já morei (Maceió, Aracaju, Salvador e BH), tive experiências maravilhosas em cada uma delas e vejo pontos super positivos em todas. Se pudesse, carregava só isso, só essas partes boas de cada uma. Seria meu paraíso. Tenho certeza que bateria até Zurique!

    (Fiz outro comentário-post, Kinha. Me perdoe. Eu sou 'tagarela' mesmo virtualmente. hahahaha).

    ResponderExcluir
  13. rsrsrsrs!!! Nem sabia que existem cinemas de arte em SSA... e nunca fui ao MAM. Tá vendo aí, morei em Salvador e nem conheço direito.
    E com certeza bateria Zurique, ainda mais pq nosso país é digamos, assim, mt mais quentinho. Em vários sentidos.
    Adoro seus comentários-post, mt bom!

    ResponderExcluir
  14. Menina, é uma pena MESMO que a gente não se conhecia naquela época. Eu batia Salvador de cabo a rabo conhecendo seus rincões. O MAM era um dos meus lugares favoritos: aos sábados tinha um jazz maravilhoso no final da tarde, a céu aberto, de frente pro mar e pr'aquele pôr do sol lindíssimo. E sempre tinham exposições bacanas por lá (vi uma que certamente foi a melhor da minha vida, uma video-instalação loucaça). Lá mesmo no MAM tinha um cineminha, onde - nunca esqueço - assisti 'Across the universe'. Saí de lá com lágrimas nos olhos. No campus de Canela e no Corredor da Vitória tinham outros. Esses cinemas também existem em BH e, por sorte, moro a cinco minutos andando de um deles e a dez do outro. Mas a correria da vida tem me feito ir lá com menos freqüência do que gostaria.. É isso: nos tempos de Salvador eu tinha uma vida bem menos corrida!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário aqui é soberano!

Postagens mais visitadas deste blog

Eu sou do Trecho

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Cortina Longa x Cortina Curta