Comprinhas

Resolvi voltar a usar as luzes de há algum tempo atrás e agora estou com os cabelos bem mais loiros. Loira Again! Meio assustada com a mudança, mas vejo que fico bem melhor com os cabelos mais claros, e aquele cabelo marrom (me falaram que era loiro claro dourado, aonde?) não me pertencia. 

Acredito mesmo que a vida seja cíclica, só pode, pois me vejo com os mesmos costumes de 5 anos atrás onde minha vida se resumia a trabalhar, malhar e comprar! Excetuando-se o primeiro verbo os outros dois estão de vento em popa. Como diriam os ingleses, nosso casamento é um workshop... ele works, eu shop. (uma amiga minha me enviou esta frase por e-mail, dizendo ela que era a nossa cara, é mole?)

Mas tá desse jeito! Acho que virei uma dondoca. Isso não é nada bom. Ou é? Loira, malhada e fútil. Que beleza. E vamos às futilidades do dia. 


Uma simples ida ao centro da cidade para pagamento de contas, mesmo em dia chuvoso, trouxe uma empolgação ferrenha para compra de coisas legais e bonitinhas. Presentinhos para o maridinho meu, comemorando os 10 meses de casado (para tudo arranjo um motivo) apesar de já ter comprado duas canecas para chá/café combinantes entre si (sim, ainda somos um casal que usa coisas combinadinhas). Para mim, roupas, of course: bermudas, saias, blusinhas, aproveitei o precinho bom e comprei um bocado para renovar o guarda-roupa. Também comprei roupinhas, sapatinhos e meinhas para meu sobrinho Murillo que muito em breve nasce, um baianinho lindo que eu vou paparicar muito (tenho que arranjar um jeito de mandar tudo para Salvador este mês ainda, antes dele nascer. Quem souber de alguém que está indo daqui para lá, me fala, ok? ;) Já arranjei! Terça-feira mãe de Murillo recebe os presentinhos).

Comprinhas, comprinhas, sigo com a decoração da nossa casinha. Comprei uma planta artificial enorme verdinha com flores brotando amarelinhas (para combinar com meu papel de parede, senão não sou eu) e ganhei de mainha um arranjo pequeno vermelho e lindo para o banheiro social, contrastando chiquemente  com os bambus da cerâmica da parede. Plantas e flores, mesmo artificiais, sempre alegram o ambiente. 

Voltei para casa carregada de sacolas e arrastar a planta até o carro me trouxe uma dor no pescoço. Por favor alguém me help. Tire essa pessoa consumista de dentro de mim. :(

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como curar panela de pedra sabão - a saga

Eu sou do Trecho

Cortina Longa x Cortina Curta